O dia 5 de maio (2009-2020) foi definido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como dia mundial de higiene das mãos.

A cada ano, centenas de milhões de pacientes em todo o mundo são afetados por infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS), consideradas como um dos eventos adversos (EA) mais frequentes nos serviços de saúde.

Os micro-organismos resistentes podem ser transferidos ao paciente por meio das mãos dos profissionais de saúde. Ressalta-se que a resistência aos antimicrobianos reduz ou impede a eficácia de qualquer tratamento para a prevenção e cura de infecções.

Assim, a higiene das mãos é a principal ação para reduzir a transmissão de infecções e microrganismos resistentes, consistindo em uma das medidas essenciais para a prevenção e controle das IRAS, promovendo a segurança de pacientes, profissionais e usuários dos serviços de saúde.

A preocupação com a prevenção da infecção vem sendo reforçada no nosso serviço de saúde, sendo fundamental a prática da higiene das mãos em todos os processos de cuidados, tais como inserção de dispositivos invasivos, manipulação da ferida cirúrgica, manipulação dos clientes, entre outros.

E o Hospital Memorial Arcoverde não poderia deixar passar em branco essa data, realizamos dinâmica nos setores com a equipe multidisciplinar enfatizando a Higienização das Mãos. As equipes de olhos fechados realizaram a lavagem das mãos com Tintas Coloridas, nisso podemos identificar quem estava fazendo correto e que precisava melhorar.

Em nosso serviço utilizamos sabonete antisséptico e papel toalha de alta qualidade em todos os setores, incluímos álcool spray em todos os apartamentos e quartos coletivos. As nossas torneiras nos setores são todas de sensor automático o que diminui o risco de contaminação nas mãos. A empresa vem fazendo um alto investimento no Controle de Infecções.

 

BRUNA MARCELA GOMES REMÍGIO

ENFERMEIRA DO SERVIÇO DE CONTROLE E INFECÇÃO HOSPITALAR